9.6.21

Esperançar

Gosto de pensar
que quando algo
desejado demora
pra acontecer
é porque
será muito especial!
Dá trabalho
a riqueza dos detalhes.

Casciano Lopes

Ser... Um grato

A gratidão tem embrulho de contemplação,
com um laço discreto de pequeno ser
diante da gigante força da luz cósmica.

Casciano Lopes

22.5.21

Em quatro tempos

O alvorecer nos conecta...
Põe em funcionamento
o motor de correr homem.

As manhãs são pautas livres...
Onde podemos dançar
um novo andamento.

As tardes são portais...
Por onde adentram as falas do tempo,
o olhar são os ouvidos de escutar.

As noites encerram em nós...
As cortinas de acreditar
pra de manhã tudo recomeçar.

Casciano Lopes

12.5.21

Origens

A viagem faz parte da gente
E mesmo diante de uma aparente estrada fechada
Ela avança em direção ao destino
Pois importa mais o sentido no centro de nosso peito
Que o estado do corpo inteiro.

Casciano Lopes

O hoje importa

Vou te contar uma coisa...
Sempre que pensei em desistir,
encontrei nas memórias
razões pra não fazê-lo.
Há tanto no arquivo!
Preferi continuar,
lá adiante talvez precise
consultar esses guardados novamente.
O meu persistir
poderá importar na pesquisa.

Casciano Lopes

Em cena

Dá pra ser protagonista
No palco da própria vida
A gaiola pode ser cenário.

Casciano Lopes

9.5.21

Per'correndo

Meu caminho
é do lado de dentro,
o de fora
é apenas um esboço
de um beco qualquer.

Casciano Lopes


Dos meus 50, 25 são teus.

A vida foi generosa amor meu!

Permitiu nosso encontro
Estendeu nossos caminhos
Uniu nossos encantos
Entendeu nossos abraços
Omitiu nossos medos
Fortaleceu nossos laços
Proibiu a nossa dor
Abateu a dúvida

quando precisamos de certezas.

25 anos...
De mesa posta em ouvidos
De cama feita em ombros
De porta feita em colos
De telhado feito em mãos
De banho feito em olhares
De amor feito em cuidados

Fomos, somos e seremos
Chamas, irmãos, amigos,
amantes, cúmplices apaixonados
pelos laços que nos unem na gratidão
de todos os dias nos descobrirmos,
nos encontrarmos
e num sorriso de cores nos prometer...
Nos apresentarmos em eternidade.
Te amo em vidas!

Teu orgulhoso marido.
Casciano Lopes


Ar além

Não tenho dúvidas
de que temendo a morte a gente teme a vida...
E todo o aborrecimento
é causado pela temeridade do enfrentamento.
Viver vai além da respiração,
é preciso inspirar...
Enchendo pulmões e pessoas.

Casciano Lopes

Um filho por toda a vida De Mãe Maria

É sempre o primeiro dia
sem a senhora mãezinha

Teu dia é todo dia
Toda vida e todo o tempo
Toda alma de te sentir
Todo corpo de te florir
Todo minuto e todo olhar
De te mirar e admirar
De te aprender sem prender
Sem palavras pra entender
Sem verbo pra te enaltecer
Mas com o livro pra te ler
Com teu sol de fazer luz
Com tua mão de fazer sombra
Com teu riso de Jesus
Com teu manto que me sonda
Todo... Hoje tudo é Teu!
De meus 50 teu último ano doeu
Mas tenho 49 meus pra lembrar
de como fui rico pelo amor que me deu.
Gratidão minha Senhora
Santa do altar que comigo ergueu,
pelos 50 anos que ao meu lado viveu e saiba,
que a eternidade tua vive no coração meu.

Casciano Lopes 



Massa de sonho

Nosso amadurecer
deve permanecer menino,
no envelhecer 
caminhar
de mãos dadas com a criança.
Pra que os pães,
não sejam acrescidos de frustrações
e a massa não esteja crescida de ilusões.

Casciano Lopes

Moldura e um clique

Em nós,
moram os grandes retratos
e moramos todos
no tempo de uma foto.

Casciano Lopes

Maio e ao que se destina

Que o tempo nos acuda
Que nos abane feito o vento na janela
Que esvoace a dor como faz com as cortinas
Que permita que a esperança
seja uma trepadeira ousada e insistente
E que encha de azuis
todas as paisagens de nossas paredes.

Casciano Lopes

Ateliê particular

A morte nada mais é
que a assinatura do quadro.
Ao nascer rebemos os pincéis
e uma tela em branco.
No intervalo das duas certidões
brincamos de artistas.
Misturamos as tintas,
elaboramos a arte de existir,
retocamos,
pausamos para a secagem e por fim...
Aplaudimos ou lamentamos...
Ou não.
Calamos.

Casciano Lopes

2.5.21

Vida com o tempo

O tempo é costureira antiga de pedalar.
Feito de dias alinhavados em anos de chita.
De ponteiros em carretéis.
Mas também é a dona que senta e põe-se a costurar.
Quase sempre se veste de uma máquina de costura idosa...
O tempo de transpassar agulha.
De furar o pano da lida e escrever com linha sua eternidade.

Casciano Lopes






Um bom domingo

 A

Vida

Também

É

Um

Dia

De

Domingo.


Casciano Lopes 

25.4.21

Era alma... Era jardim

O desafio é diário
E o pulsar da gratidão
Irriga não só o coração
Mas as flores do corpo
O perfume da pele
E as cores do que ainda vive.

Casciano Lopes

Tela de olhar

A promessa
está no horizonte
assim
como a esperança
está na contemplação.

Casciano Lopes

24.4.21

Gratidão em pés

Pés...
De caminhos
De destino
De recomeço
De estrada de ir
De voltar atrás
De prontidão
De seguir
De parar
De descansar
De encontros
De despedidas
De partir pra sempre
De chegar sem pressa
De pisar a uva
De dançar o vinho
De acariciar outros pés
... Pés de acreditar
Que a ponte pode ser
Por eles atravessada.

Casciano Lopes

Hoje faz 1 ano que acreditei e que acreditaram por mim.
Celebro meu primeiro ano pós infarto, gratidão a todos que vibraram pela travessia daquele dia.
Casciano Lopes

Um trio de manhã

Que fique registrado
que a luz cedeu ao dia
uma nesga de sua atenção
só porque passávamos
pela alvorada...
Eu, você e o amor.

Casciano Lopes 

Laço de família

Quando nos sentimos
irmãos do tempo
e do que nele há,
a vida se torna
uma mesa de família
e viver é
um abraço de mãe.

Casciano Lopes

29.3.21

Passa o tempo todo

Quando penso em parar,
desistir ou recuar...
É quando me lembro
que há muito mais caminhado
do que a caminhar.
Há vistas que meus olhos viram
que jamais se repetirão...
Não estão mais lá
nem o visto
e nem os olhos que me viram passar.
Onde o tempo constrói sua casa
não sobra lugar pra derrubar paredes
e nem remendos
para roupas que ele costurar.
Tempo
mais que um verbo de passar...
Um olhar quem sabe
para quem tanto viu.

Casciano Lopes

Eu e todos e tudo

Tenho em mim todos os reinos...
Alguns são extensões de minha persona
e outros me emprestam suas capacidades pra que eu exista.
E assim somos inteiros e unos.

Casciano Lopes

Mais que acordar

Ao abrir um dia
no seu quarto de dormir,
preste atenção na janela
que nasce acenando luz
e espaço para voo.
Abane as asas e acredite
que o corpo só pesa
se você aceitar a balança.

Casciano Lopes

Do homem livre de convenções

Sou múltiplo,
se não fosse assim,
talvez a mesmice
teria consumido como fogo
minhas almas todas.

Casciano Lopes

Se não puder... escreva

As letras dirão de tantas coisas que a boca já cala;
cantarão alto, se preciso for,
as canções que não grito mais.
Palavras em papel ainda podem ser mar
mesmo se a língua virar mangue,
mesmo se em pântano
descansar minha vontade de dizê-las.
O dito perde-se
por ouvido ou por incapacidade,
o escrito não.

Casciano Lopes

Em mãos de jardineiro

Se arme de flores
Empunhe perfume
Empenhe com força
O jardim que vive em ti.

Casciano Lopes

Naquele dia era tão céu!

Em alguns dias
o céu escreve pro vivente,
põe-se a dizer um bocado de palavras
que em papel azul
até se parecem com nuvens...
Assim sendo,
chove o vivente ao ler na carta,
o algodão embebido nas linhas
do que não se pode tocar
sem ser céu.

Casciano Lopes

Honra a quem tem honra

Hoje eu quero homenagear duas personalidades caras de minha vida. Duas majestades, minhas duas maiores referências de vida. Quis o Divino permitir esses encontros de alma e a minha, com certeza rasgou-se para caber esses seres gigantes.
Uma me deixou 15 dias depois de meu cinquentenário no último outubro... Por 50 anos guiou meu coração... Minha amada mãe Da. Dorinha (como já disse em poesia: meu curativo antes do machucado), essa partida "fora do combinado" deixou menor o mundo que ela me mostrou.
Agora no caminho terreno de viver, tenho em gratidão meu segundo modelo de como é que se vive em forma humana. Meu amado marido Carlos... Exemplo de voo por esse planeta escola. No próximo maio, 25 anos voando abraçados faremos, isso... Metade da minha vida foi ele que me deu, e com o meu amor o mundo fica maior com o que ele todo dia me devolve em luz
Namastê meu maiores e eternos dois amores, gratidão por descortinarem suas lições de vida com tanta generosidade.

Casciano Lopes
Março - 2021


17.3.21

Eu não posso...

É perder o encantamento
por uma bola de sabão.
É ficar grande demais para não caber
nas minhas roupas da infância.
É envelhecer na memória e esquecer
das brincadeiras do menino.
É espichar demais as pernas
ficando longe do meu chão.
... Enquanto estiver perto das raízes
sou alimentado por elas.

Casciano Lopes

15.3.21

De frente com o riso

Ainda sou um adepto ao riso...
Sou filho dele e insisto:
é possível...
Talvez não desfaça o vendaval,
mas o torna suportável.

Casciano Lopes

Templos meus

Nos detalhes de uma vida...
Uma casa.
Nos recortes de uma casa...
Uma vida.
Essências, mundos...
Num corpo de morar.

Casciano Lopes

3.3.21

Tão certo como sem dúvida

Quando tento prever coisas do amanhã,
entendo ainda mais de minha pequena inocência...
Já que nem de ontem sei por inteiro de suas verdades.
Sentado na dúvida só me resta descansar hoje,
pois ele é tudo que tenho.

Casciano Lopes

Pequenas flores em encontro de céu e mar e o barco

A espiritualidade pra mim está no mar,
quando o reconheço e fujo pra ele.
Está na flor que nasce e ancora meu barco,
divino é o perfume que vira cais.
Está na imensidão dos mundos quando se tocam
sem que eu possa tocá-los...
Céu e água de encontros.
E um homem barco que navega as areias da terra
com um poder sagrado em forma de ar,
que assopra as velas lhe enchendo pulmões.

Casciano Lopes

Do que não me limita me capacita

O homem dentro de si
Não é impossibilitado da vista
O possível caça jeito e se mostra
Mesmo que entre as frestas do distante
As medidas de distâncias se encurtam
Quando os limites são desconhecidos da gratidão.

Casciano Lopes

As pedras da orla

Todas sofrem as pancadas do mar...
A quebra de maré.
Desconfio que é do choque que ficam lindas,
não iguais...
Mas todas igualmente únicas.

Casciano Lopes

18.2.21

Quando me chamarem...

Quero grafitadas de tempo 
Todas as minhas casas
Amanhecidas todas as minhas janelas
E cheias de sol.
Anoitecidos todos os lençóis
Onde repousou a preocupação
Alvejadas as toalhas de minha mesa
Onde os pratos expuseram a alma
E que destrancadas portas abram passagem
Para os que buscarem:
Banho de cores, vista de cheiro ou teto de luz.

Casciano Lopes

A poesia acontece na vida...

Ela vem na garoa de um sábado de carnaval
Num sol que deixa dourado arbustos verdes
Numa lua tímida que desenha nuvens no teto da noite
Num vento que desarruma as cortinas da sala
Numa luz que invade a cama de dormir
...
Cobrindo corpos de dia
...
Às vezes ela se senta e põe-se a escrever letras,
mas via de regra ela acontece do lado de dentro
E sem cadeira ou palco, sem tinta ou papel...
Adora permear pessoas que se unem para amá-la...
Neste caso, fundem-se e viram escrita.

Casciano Lopes

Em espreita... A prosa

O medo existe...
Conselheiro de cautela
Pode ser cravo na lapela
Ameaçador de caminho
Pode ser jogar a rosa
E guardar o espinho.

Casciano Lopes

Obra do tempo

Hoje as lembranças alimentam...
É a refeição pastosa da boca
Desprovida
Saudosa...
E a vista da casa de morar
Eleva o homem faminto
Ao estágio de saciado
Embora...
Falte
Descobre-se
Na sobra de memórias
A completude.

Casciano Lopes

Liga de sustentação

No edifício de morar o homem
Moram as ausências
As distâncias
As longitudes e latitudes todas
As adormecidas corredeiras
As datas com suas horas
Folhinhas de calendários e suas bodegas...

Mas também moram

Desfiles em pontes bambas
Ruas inteiras com carta e carteiro
Avenidas e cerejeiras
Um menino arteiro
Uma fração de vida inteira.

Casciano Lopes 
Não-carnaval/2021







Arco-íris

Um tímido laço

Contorna o céu

E eu como admirador

Entendo de presente.


Casciano Lopes

Oratório

Ainda que te seja
Imposta uma descrença tal,
há um reservatório
De credulidade na dimensão do ser 
Só acessado com a consciência da grandeza
Da divindade que vive em nós.

Casciano Lopes

Papilas sutis

Eu não posso muitas vezes fisicamente estar...
Mas meu paladar de alma é aguçado.
Posso sentir com intensidade.

Casciano Lopes 

Faz parte da cura

Até os limites escondem curas.

Casciano Lopes
Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, céu e piscina

Nuvem que assina

Acima de nós
Além do querer
Acima de qualquer corpo
Além de qualquer devaneio
Acima dos sonhos
Além dos pesadelos
Existe um portal com arte
De passagens azuis
Com tapetes brancos
Um abrigo feito teto de luz
...
O que abraça o humano daqui
É o laço de céu que o protege.

Casciano Lopes

14.2.21

Nos bailes do querer

Descobri que a vontade de dançar
é mais importante que poder dançar...
Tantos podem e não dançam,
não tem a vontade.
Minha cadeira está vazia sempre,
a vontade cria os salões por onde rodopio.

Casciano Lopes

Escada e páginas

As pedras de nossos degraus
podem ser usadas para decorar a história,
assim quando cansarmos,
poderemos nos sentar e ler nossos capítulos...
Desvendar a caminhada.

Agora,

pode-se afanar a lealdade das pedras
e desafiar ou subverter o próprio livro,
isso diminui os capítulos e desmerece a escada...
Sem história talvez precisaremos de empréstimos
ou outros afanos.

Casciano Lopes

Desconhecida eternidade

Eu teria motivos...
Pra desistir talvez.
Mas escolhi o desafio
E quem assim escolhe
Há que viver como se fosse eterno.

Casciano Lopes

Essa luz

Essa certeza na vista
Essa brisa no espelho da tarde
Essas cores batendo na porta
Prometem um novo tempo
As vezes só um desconhecido
... O tempo.

Casciano Lopes

Dentro do Eu

O que abre a torneira da vida
muitas vezes é nosso reflexo
que sabe mais de nossa sede
que o ressequido corpo
admirador do espelho.

Casciano Lopes

Livro devagar

Vou sem pressa
Sei que a bagagem por um lado aumenta
Porém, também sei que diminui
O que ainda possuo carregarei com leveza
Para não esvaziar demais a malinha de mão
Seguirei acomodando os dias
Dentro dos meus capítulos de bolso.

Casciano Lopes

Possível em vertical

O bom humor e um belo sorriso
Ainda despe as dificuldades
E desmonta a carranca do não.
A calma põe no colo as impossibilidades
E a faz dormir...
O impossível sai então do sonho
Quando isso acontece

Casciano Lopes

21.1.21

Será?

Podemos ter dúvidas
Só não devemos ser a dúvida
A credibilidade ainda é cartão de visitas
Endossada pela palavra
A pessoa nasce sem certeza
E não pode viver em equívoco
Mesmo que morra na dúvida
A palavra crédula tem olhos
Que guiam os caminhos entre dois pontos:
Interrogação e final.

Casciano Lopes

Pacífico aperto

A paz é possível
Na largura dos braços de um olhar comprido
Não raramente é encontrada deitada
Entre o comprimento da vontade
E o cumprimento do abraço.

Casciano Lopes

Dificuldade

Todos os dias me encontro com ela
Me encara, me enfrenta e desafia...
E eu repito: Hoje não.

Casciano Lopes

Diante de mim

Até onde puder
Caminharei as nuvens da estrada
E fitarei o céu de caminhos meus.
Descobri que o horizonte
Está dentro de mim
Antes de se colocar na vista distante.

Casciano Lopes

Tatear do menino

A teimosia não deve afetar a audição
Nos outros sentidos talvez ela faça algum sentido
Já sem ouvidos talvez percamos a direção.

Casciano Lopes

Em clave

A vida é partitura
Tem seus acidentes
É cada sustenido!
Cada bemol!
Mas eles abrilhantam a melodia
Entre linhas e espaços desenvolvem-se
E o instrumentista respeita as pausas
Mas não desiste de tocar no tempo.

Casciano Lopes

Entre terra e céu

Bater asas requer antes das asas
E até mesmo do vasto céu de voar
Uma coisa chamada chão pra pegar impulso.

Casciano Lopes

Distâncias em travessia

Mas saibam que mesmo quando achamos que fizemos tudo
Descobrimos em dado momento o além que faltou
Sempre há o além e que saibamos em tempo
Cruzar essa bendita ponte que separa o além do aquém.

Casciano Lopes

Orvalho de rosto

De modo que a lágrima
Não só molha a estrada de terra fofa
Ela deita o capim alto
Pra que a gente caminhe.

Casciano Lopes

A montanha e o céu carregado

Os montes também servem para nos falar de prontidão
Erguer-se mesmo sob nuvens pesadas.

Casciano Lopes



9.1.21

Fiação de ausência

Penso que a saudade é tear sem urdume...

A trama é pinçada e quando chega no pente bate só...

A lançadeira do fio não encontra a base

feito rio sem mar pra desaguar.

Tem cores pra composição de pano...

A trama lançada na bancada tem,

mas não encontra os fios

que o urdume doaria para tramar a arte

sem a qual não se cria tecido.

Saudade é isso...

Falta de fios.


Casciano Lopes

Pela luz dos próprios olhos

Quando um homem liberta o cativo que vive em sua cela, aquela delicada caixa de guardar o seu verdadeiro "eu"construída em nome do amor pelos que o guiaram primeiramente...
Grades que depois foram esmerilhadas pelo sistema em nome da corrida pelo sucesso e que o mantiveram detento dos equívocos de um vivente...
Só então deixa de ser observado para ser observador, não do mundo que o rodeia, mas de si mesmo e de sua própria carreira humana...
Uma resiliente jornada ao encontro de seu próprio poder.
Só quando rompemos com as grades impostas podemos nos olhar e nos olhando modificar o que vemos a nosso favor.


Casciano Lopes

Nenhuma descrição de foto disponível.

Despossuir, esse difícil exorcismo

Antes eu tinha pressa
Hoje não tenho nada

Nem a pressa.

Nunca tive nada
Além da inexperiência.

Casciano Lopes

Take de 24 horas

Pode a pausa para pensar durar 23 horas e meia,

mas em meia hora

temos que criar as capacidades para realizar,concretizar

 

Casciano Lopes

Re...Tente

O desafio é qualquer coisa entre o sim e o talvez.

Nunca um não.


Casciano Lopes

Da idade média e suas pontes

De modo que num determinado momento cessam as surpresas...
Nasce então o possível que caminha sobre o impossível.
E o homem contenta-se pela descoberta diária de que viver é construção de vontade e o inesperado é só um desconhecido que pode ser apresentado.

Casciano Lopes

Afine-se

Talvez o ouvido seja o único caminho entre as partidas e chegadas...

Absoluto, relativo ou não,

há que se descobrir em que tom batem em nossa porta de existir...

A porta de entrada é a mesma de saída

e a vibração estará na audição de quem abre ou fecha.

Viva de ouvido.

Casciano Lopes


Construção nesse tempo

Nos intervalos dos pensamentos construímos capacidades,

nelas são geradas o encurtamento entre o pensar e o fazer.


Casciano Lopes

1.1.21

30 de dezembro

Chegaste ao penúltimo
Quase o último...
Dia derradeiro
Findo ano
Da finda lida
...
Dúvidas cercaram feito vizinhas
Feito crocodilos assombraram
A saudade
O medo
A dor
Circundaram e rondaram nosso
Quintal de respirar
...
E agora poetas do mundo todo?
Saibam os pés escrever o ano
Pois as mãos tantas vezes fugiram
Demenciaram na caligrafia de dizer
Que agora só resta implorar
Pra que os pés afastem o mau olhado e tragam pra morar ao lado apenas a loucura sábia da poesia.
...
Pés buscadores
Busquem nas horas que faltam
Os ponteiros motores de um barco melhor num mar mais sutil... De fazer marinheiro caminhar nas ondas de escrever o ressurgir. 365 vezes mais gentil.

30 de dezembro
Casciano Lopes

A imagem pode conter: sapatos e close-up

Sob lentes

A fotografia ainda retrata meu mundo...

Não o que vejo de minhas portas,

mas o que vibra nas janelas da minha alma.


Casciano Lopes

30.12.20

O santo e o milagre

A vida precisa do simples
Do simples milagre ao miraculoso
Brotar e brotar e não ter...
Necessidades extraordinárias
Grandezas desnecessárias
Pois grande é viver o grande
Milagre.

Casciano Lopes

Mãe anil

Hoje escolhi o céu

De um azul tão espetacular

Que só pode ser pra tingir de anil

A saudade que sinto da senhora!

Este ano tantas vezes sem cor

Levou tanto embora...

E a sua partida deixou cinza aqui

Nos fez pintores sem tinta...

Sem tela ou aquarela...

Porque eras tudo... A própria arte.

...

Hoje, nós dois estaríamos juntos no fogão, preparando a ceia...

E eu aqui com este céu todo prosa,

me sinto coberto como que por teu manto azul...

Me dê a mão que te sinto pra sempre...

Uma espécie de santo perdoado é o que tuas cores vivas em mim trazem...

Santidade perdoada esse sentir.

Gratidão mãezinha por ter me colorido.


Casciano Lopes


A imagem pode conter: céu, nuvem, atividades ao ar livre e natureza

What do you want to do ?
New mail
What do you want to do ?
New mail

Da pouca posse

Tudo passa e o que fica

é só do que precisamos até amanhã.


Casciano Lopes

Vida sem alarde

Sou silêncio
Fruto dele
Calando por ele
Calado no tempo dele...
O silêncio
Do tempo
Talvez não o das pedras que cantam
Mas o das folhas que caem...
Tempo... Aquele que pode calar a pedra com uma folha de silêncio.

Casciano Lopes

29.12.20

Disse me disse



O amor disse

Sem tempo

Em tempo

O tempo todo

A favor do tempo.

Quem disse?

O amor disse.

Viu o tempo... Ouviu

E disse o que o amor disse.

Concluo que o amor é tempo

Tem tempos, conjugue-o.


Casciano Lopes

What do you want to do ?
New mail

Dos colos que sabe dar

Quando adornas minha alma de dormir

e descansas meus olhos de caminhar,

agradeço os pés que me levaram ao seu encontro.

Casciano Lopes

Estradar

Foi pensando em caminhar que o caminho e o caminhante se encontraram. 

Casciano Lopes


Posso... Logo posso

O que dista você do que acreditas é o quanto acreditas.

Casciano Lopes

21.12.20

Corredeira

Tudo vai passar...
Amanhã não será o mesmo rio
Passa
Nem o mesmo homem que também
Há de passar
Até o espetáculo do peixe
Do sol e seu mar
Passa...
Nada...
Põe-se pra dar lugar ao passado
Uma correnteza de eventos
Faz da vida um memorial
E na gratidão por viver
Descobre-se o inevitável...
Esta vida é preciso, imprecisa e urgente.
Também vai passar.

Casciano Lopes

Viagem no tempo

Voltar no tempo pode ser bom
Apanhar a cura e voltar pro hoje
Sabendo
Somos novos a cada manhã
Mas também somos o ontem
Passado a limpo.

Casciano Lopes

Nos trilhos

 Digo:
É proibido desistir.
Subam além.
Cresçam na vida e seu viver.
Acreditem nas possibilidades.
Sejam fortes na tempestade
Que nada podem com as raízes.
Escalem céus e saibam que impossível é coisa da vontade pequena.
Iluminem vossa passagem, o trem e os passageiros.

Casciano Lopes



Final de Era

 2020
Quando te vejo da sacada como agora... Quando te olho ir embora... Quando quero acelerar os ponteiros e virar o calendário... Te lembro em montanha, te vi passar em escaladas, te senti em morros, te apalpei em ladeiras quando me deitei em asfalto quente para beijar a saudade dos que partiam. Ah 2020!
Fizeste da pandemia um ensaio para meus dias pandêmicos expor... E expôs: a carne nua, do coração infartado maquiaste crua a dor, a despedida e a saudade.
Foi-se um tempo, embora este seja permanente, partiram pessoas ímpares que nele viviam, deixando como par da caminhada as memórias e suas histórias.
Aqui na sacada te olho e aprendo, enquanto na vista se desenha como tua silhueta o amanhã.
Seguiremos sem as pessoas que se foram, com novas limitações físicas e nos ajustando ao "viver é preciso".
Mas sobreviveremos às ações do tempo, sim, assim como os montes, somos inteiros... Se temos ladeiras que sobem, elas também descem, temos estradas e trilhas... E também paragens, árvores de sombra pra pescar coragem e lagos de molhar a vontade de continuar.

Casciano Lopes


Debruçado em portal

Desde a infância gosto de janelas
Descobri cedo que elas tinham poder de transporte
E hoje me carregam
Quando fico sem destino
Brinco de passageiro como quando criança
Embora passageiros todos somos
Elas... Janelas, me permitem viajar durante a viagem.

Casciano Lopes


Ponteiro que passa

Tem momentos em que o tempo nos prega uma peça e pensamos que ele passa...

Nos recompomos e concluímos que passamos por ele.

Que seja respeitosa nossa passagem 

e ousada nossa coragem.

Casciano Lopes



Entre copas e raízes

Num ano de perdas vou passar a régua me atentando aos ganhos!
Não há dúvida que me perderei em alguns dias de ventania quando procurar o que se foi, mas também saberei buscar os troncos robustos com raízes profundas pra me segurar... Minha árvore.
Perdi boa parte da capacidade cardíaca... Talvez se ela estivesse inteira não teria dado conta do momento em que precisei me despedir da minha grande mestra... Minha mãe. Precisei dar adeus ao meu amor com pouca fração de injeção nesse coração que ela mesma ensinou bater. Perdi pessoas que nem morreram... Apenas não puderam entender quando minhas folhas se foram restando apenas os galhos retorcidos... Eu sou árvore.
Vou preferir a gratidão... Contemplar os ganhos e soprar no fiel da balança o ar da alegria, porque valem mais os passos alegres. Soprar pra que não pese demais os dissabores, pra que não penda demais os galhos de fartura ou escassez... Árvore.
Estou vivo, sou filho do sim e do sorriso... Me basta.
Venci como aquela que me gerou... Uma bela árvore.

Casciano Lopes



30.11.20

Pássaro sobre cacto

Há que se delicar o momento
Para entender a fragilidade da vida.

Casciano Lopes


Vida em percursso

A tristeza pode ser um lugar fértil
De onde pode nascer...
Não só a lágrima
Mas a capacidade de florir
Vida...
Das mãos podem brotar fé
... Possibilidades.

Casciano Lopes


19.11.20

Edificar

Da verdade da vida
Só descobri que ela é construção
Diária e continua
Eternamente inacabada como obra.


Casciano Lopes

12.11.20

Idades em compota

A infância
É rica quando
Guarda memória
Que não se compra
E o homem entardecido
Saberá anoitecer
Feito menino
Afortunado.


Casciano Lopes

Mãos em leitura

Das verdades da vida,
talvez a maior delas carregamos nas mãos...
O contínuo escrever pra todo dia aprender a ler.

Casciano Lopes
2020.setembro

Sentimentos alfabetizados

Nunca devo me esquecer dos que se abrigam na minha fonte. Jamais apagar o quadro onde escrevi minha história antes que o último menino copie e feche seu caderninho.

Casciano Lopes
Setembro.2020

Eu não sou daqui

A árvore que me cobre não é daqui...
Tem copas no rio de cristais
e raízes fincadas na dimensão da transmutação.

Casciano Lopes

Contorno em transparência

Quando olho uma pedra sentada à beira do caminho
ou mesmo um caminho disfarçado de pedra à beira de uma ponte...
Me faço de vento,
me farso de água
ou me disfarço de homem e passo.


Casciano Lopes

3 de outubro

Pensei em dizer tanta coisa, findei por desconsiderar quando percebi um certo tom de balanço... Balanço lembra final; coisa de fim de ano.
Começar agradecendo é um bom caminho, começar é bom; começar de novo.
50 anos, 50 pessoas próximas da minha história, 50 motivos pra choro... Nem tanto! 50 motivos pra risos... Bem mais! 50 filmes, 50 canções, 50 autores, 50 pensadores, 50 renascimentos, 50 poemas de recomeços...
Aprendi fazer poesia da vida onde recomeçar é verso que vem pronto.
Agradecer é melhor! Gratidão aos que foram papel para a escrita, aos que foram a caneta, aos que seguraram muitas vezes minhas mãos de escrever, aos que trouxeram a leveza para meu olhar, sem o qual a poesia de viver não se desnuda.
Meio século é cume.
Que venham outros...
Ao Tempo minha reverência.

Casciano Lopes
Primavera 2020

 A imagem pode conter: planta, atividades ao ar livre, natureza e água, texto que diz "50 anos"

Lua em madrugar

Ontem ela vinha toda prosa
Me ensinando versos e
Na madrugada um conto
Fez da poesia triste.
Enquanto ela..
Descreveu em fases
Uma beleza que abençoa
A cidade de cada homem
Mostrando alegria
Mesmo que triste o riso da rua.

Casciano Lopes

Das preciosidades da vida

Uma tarde chuvosa de primavera,
para ser colocada num vaso da sala exige cuidados...
Precisa ser colocada na sala do peito...
Isso faz brotar e desabrochar as flores no centro da mesa
assim como abre canteiros no meio do Ser.

Casciano Lopes

Se despedir... Partir quem sabe. Uma semana antes de voltar pra casa.

 



O perfume e a viagem
Do valor da vida aprendi
E todo dia mais e mais aprendo
E toda hora compreendo o amor
E tento me caber dentro
Ou dentro comportar esse amor
Pra ser talvez fagulha do teu
Do teu amor que ainda queima
Que todo dia transforma
E transborda o existir.
Ontem num tempo tão perto
Começaste a se despir
Como quem sabe a hora de ir
Ah esse trem de viajar o dia
O dia que não devia chegar
Findar numa estação de subir
No trem que leva grandes
Estação que não devia parar
... E por falar em estação
É primavera
Assim como primaverar
Pode ser verbo...
Mãe pode ser flor
E o filho verbo florir.
No processo falas de perdão...
Perdão de quê?
Fostes sempre jardim e jardineira
E eu... Já fui semente eu sei
Perdoado sempre é o florescer.


Casciano Lopes
Te amo na delicadeza do tempo

Poemar como caminhos

Tudo passa e assim como águas
Depois dos rios vem o mar
E depois do mar
... Campos
... Vida passeante
Que me viajam inteiro
Dizendo de destinos que passeiam por mim
Dos quais não posso fugir
Não quero
Preciso caminhar por eles.

Casciano Lopes

Desperto viver

Se eu não aprender com a vida...
Despertar
Terei que dormir
Sonhar o aprendizado
E de novo acordar.

Casciano Lopes

Filho do sim e do riso.

A senhora me ensinou a sorrir
Talvez por isso jamais esqueci
Abrir portas, entrar com um sim
Um sorriso antes do copo d'água.


Casciano Lopes


Outubro em despedida de mãezinha

Tua falta é sentida nas paredes
Da casa de morar memórias
Onde residem a criança e o homem
Onde procura o destino um carteiro
Onde a rua ficou sem nome e na praça de brincar já não brincam mais meninos
Nas paredes onde encosto sem a cor da tua voz
Falta teto que a cubra e até chão que a sustente
Falta o riso que escondia o tempo na parede do próprio tempo da memória...
Falta tua mão que abrigava e que espantava qualquer dor para longe de nossas portas.


Casciano Lopes

Eu não posso me negar

Eu não posso me negar...
A viver cada dia
Um dia de cada vez
Com a gratidão por viver
Tirando dos dias o seu melhor
E o melhor é a vida pra contar
O aprender e o ensinar
Vida em graças e graça
Pela vida
Por ter sobrevivido aos dias
E que dias!
Pandêmicos sentimentos
Vou lidando com perdas e limitações com a mesma força com que lidei com os ganhos e permissões.
Tirando da saudade o que ela pode me dar... Histórias.
E das histórias a certeza de que apesar dos pesares fui e sou um agraciado.
Por ter vivido e por viver pra fazer mais histórias e contar...
E contar os dias e a beleza de olhar o adiante como algo possível.
Pois sim, é possível viver a estrada sem deixar morrer o sonho na esquina.

Casciano Lopes

4.8.20

Prévia

What do you want to do ?
New mail
Se você der ibope pra dor
ela cresce nas pesquisas
e ainda pode ganhar a eleição.

Casciano Lopes
What do you want to do ?
New mail

Minha casa é o tempo templo

What do you want to do ?
New mail
O tempo me escala
Gruda em mim, o tempo
Eu subo no tempo
Quero alcançar janelas de tempo
Quiçá o telhado de cobrir tempo
Chão de tempo me rodeia
Degraus me margeiam de tempo
Enquanto céus me prometem...
Um tempo.

Casciano Lopes

What do you want to do ?
New mail
What do you want to do ?
New mail

1.8.20

Uma criança que brinca de crescer

Tenho dias não crescidos...
De menino mesmo!
Em que acordo dando milho às galinhas
e de repente me apercebo transformando vassoura em cavalinho de pau.
Menino que sem se dar conta fica horas distraído com bolinhas de gude como se pudesse atravessar por elas feito portal do tempo rumo ao futuro...
Hoje, futuro tempo do menino.
Trouxe pra cá minhas burquinhas, portais de vidro, que me levam pra brincar do lado de lá...
Ainda bem menino de brincar!
 
Casciano Lopes

Trecho pequeno de miudezas

Há dias em que o café vem em bule esmaltado e canequinhas gastas...
Nesses dias gasto minhas horas na cama, entre o fogão de lenha de aquecer infâncias e a chaleira de ferver ideias adultas.
Percebo o dia nas telhas de meu teto reluzindo no assoalho de colocar corpo e fico pasmado ali, parado feito o pó do café torrado que perfuma cozinhas de madeiras antes de receber o calor da água fervente...
De modo que eu na cama em repouso de manhã e movimento dos tempos das manhãs, emano o perfume úmido das sementes e acaricio a vontade dos frutos do cheiro que permeia frestas e vãos de meu quarto.
Levantar, levantar e colher os aromas perto das brasas e junto à mesa de contar histórias para salivar o gosto maduro de miúdos dias.
 
Casciano Lopes

24.7.20

Poesia é luzir

Quis a luz ficar com a poesia
Quis a poesia desenhar a luz
Desde então...
Fez-se a luz.

Casciano Lopes

Parto poético

Criança
é
um
poema
que
nasce
pronto.

Casciano Lopes

Há que passar

Há no tempo uma passagem
Há espaço para sem bagagem
Há verdes emoldurando luz
Há abraço bento benzendo nus.


Casciano Lopes

Espinhos fora de foco. Só rosas

Me rodeiam as rosas
Os rosas com seus tons de jardim
Os pendurados que mais lembram Vênus
Corredores de como estrelas fossem
Rosados caminhos de quem acredita

A vida pincelada à rosas.

Casciano Lopes

Em paisagem de engrandecimento

Nos alpendres do olhar suspirei
Um campo de agradecimento.
Nos altares do pulsar vigiei
Caminhos pra não errar por desconhecimento.
 
Casciano Lopes

Entre paredes e guardados

Nossos cantos guardam gritos e silêncios.

Casciano Lopes

Noite amanhecida

A luz é assim...
Quando desponta
Afasta nossos prédios
Arrasta obeliscos
Dá um basta nos contornos
Afronta o breu
E ponteia de claridade
Até a imaginação de idade
Cala o escuro teu e meu.


Casciano Lopes 


14.7.20

Manto santo

A cura está na arte que brota,
nas cores que afloram entre os verdes de existir
e na vida que permeia o chão sagrado da benta Mãe.

Casciano Lopes 


5.7.20

Auto imagem do buscar

Muito do que queixamos é reflexo,
De nós mesmos
De nossa convicção
De nossa deliberada falta de atenção.
E o espelho até se cansa, por vezes embaça e nega imagem.
É hora de refletir, de espelho mesmo e no espelho perguntar...
Reflexionar.
Pra que lugar caminha o que penso?
E se o outro participa do pensar...

Quando eu partir em que contribuiu meu pensamento?
Lembrando que não temos respostas e nem certezas.
Temos busca e que seja solidária.


Casciano Lopes

Uiva e assobia o sono

Lá fora venta muito!
Chega a cantar...
Ou será que geme o mensageiro do tempo?
O vento.
Cá dentro,
Um tempo se acalma feito canção de ninar,

feito colo que tira dúvidas
e põe a embalar o homem
e sua maneira de acreditar.

Casciano Lopes

Espinhuda arte

A beleza da vida não está na ausência dos espinhos e sim na alegria entre eles.
Manter as cores e suas capacidades vai além de qualquer pretexto.
Há vida e isso basta para o adorno da moldura que protege a tela.
De modo que viver é a obra mais cara do mundo...
Talvez por estar em execução todo dia, talvez por brotar espontânea e forte.
Somos colaboradores, que deixemos livres os pincéis e que o artista e sua arte sejam finalmente um.

Casciano Lopes

Capaz sentir

A saudade é tão danada
Que pode trazer cheiro do que ainda não inventaram
Pode até criar o frasco pra só depois fazer caber o perfume.

Casciano Lopes

Alta língua


What do you want to do ?
New mail

Hoje o céu
disse em nuvens
o idioma da alma leve
e o homem entendeu
como se fosse fluente.

Casciano Lopes