6.11.13

Zero

De amanhãs
Ontem já não sou

Melhor mesmo é hoje
Já que dependo de termômetro

Cronômetros zeram com eles...
Com os amanhãs, os termômetros e meu pouco ser.

Casciano Lopes

2 comentários:

  1. Sofisticadinho!!!!

    ResponderExcluir
  2. Poeta, é sempre um prazer ler e reler seus textos. Singelos, sem firulas, papo reto! Beleza!
    Forte abraço.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem vindo, após aprovação será publicado.